domingo, 21 de setembro de 2008

Lerroy e seu celular

Lerroy é um conhecido meu. Volta e meia nós sentamos pra tomar umas geladas e conversar. Não tenho nada contra Lerroy, mas às vezes ele é chato pra caralho. Bom... eu também as vezes sou, tenho certeza disso. Quantas vezes já disseram que eu estava sendo inoportuno, teimoso, ou seja, chato. Mas também... por que temos que ser sempre gente boa?

De qualquer forma isso não vem ao caso no momento. O fato é que Lerroy me ligou e convidou-me pra ver o jogo da seleção brasileira esses dias – Brasil e Bolívia. “Putz!”... pensei comigo... “assistir um jogo com o Lerroy vai ser meio complicado, mas vamos ver qual é!”.

Saí do meu ap e fui antes do combinado pro boteco. Lá pedi uma caneca de chop antes do cara chegar... pedi outra... e depois outra. Quando Lerroy chegou eu estava de boa, pronta pra ver o jogo com ele.

- Oi Regis, como que você está?
- Tranqüilo véio... senta aí.

Lerroy sentou todo formal, com seus óculos fundo de garrafa e sua camiseta gola pólo apertadinha... rs... normal né...

- Como está seu trabalho, gostando? – me perguntou Lerroy.
- Tá legal cara... corrido mas legal. Amanhã, por exemplo, pulo cedo – era quarta e quinta feira é punk pra mim por aqui.
- Andei lendo algumas coisas sobre a agricultura hoje aqui na região, sabe. Você viu que a inflação para os agricultores está passando de 200%. Nossa! Além dos juros e dos preços dos fertilizantes, tem mais essa para nossos produtores! O que você acha?
- Eh... – esperei uns segundo – vamos tomar uma gelada?
- Não não... vou tomar uma água tônica mesmo.
- Viu parceiro, traz uma antártica pra mim e uma água tônica pro meu amigo aqui.

O jogo ia começar, Lerroy limpa seus óculos pra enxergar no telão. Eu já estava vendo coisas até demais. Acho que mais umas três geladas e eu vou ficar legal pra conversar com Lerroy.

- Esse Dunga é um prego, tem que sair da seleção esse mala, né Lerroy?
- Hum... pode ser, mas se ele sair, quem entra?
- Sei lá cara, pode ser o Luxemburgo ou o Muricy, mas ele tem que sair.
- Por que você acha isso?
- Porque eu acho isso... porra Lerroy... o Brasil não tem esquema... sei lá...


Aiai... chegou a gelada... enchi meu copo sem espuma logicamente... já mandei mais um copo.


- Hum... olha a mensagem que recebi no meu celular agora... – disse Lerroy.
- O que tem aí... esquema com mulé... já agiliza pra nós né véio.
- “Brasil colhe maior safra de grãos!”, olha só.
- É... olha só o jogo começando.

Se passaram quinze minutos do primeiro tempo e nada. O Ronaldinho Gaúcho tá correndo menos que o Romário em fim de carreira. Olha pro lado e Lerroy toma sua água tônica e lê seu celular, que parece um computador. Mexe no teclado e mexe em seus óculos, parece que está ligadão! Acho que é só o jeito dele mesmo.

“Gol” gritou um cara que estava sentado na minha frente. Nada a ver, a bola foi longe do goleiro boliviano. Que time é esse gente, o Luiz Fabiano sozinho lá na frente, a bola chega quebrada pra ele, o Diego até que está correndo bem, mas sei lá, não boto muita fé nele. O Robinho é o cara do time, mas não está rendendo hoje.

- O jogo tá ruim né?
- Está Lerroy, está...
- Então, sabe que o Brasil nunca produziu tanto alimento quanto hoje em dia. A colheita foi de 143,87 bilhões de toneladas, 9,2% maior que do ciclo anterior!
- É... o bicho pega mesmo.
- Isso que os cereais, leguminosas e oleaginosas também estão muito bem por sinal.
- Olha só Lerroy, muito bom né!
- Vou ler isso aqui pra você – “puta que pariu” (pensei comigo) – “A Conab – Companhia Nacional de Abastecimento – diz que serão embarcadas 52,17 milhões de toneladas de milho, soja, feijão e algodão. Isso de janeiro a julho. A saída desses produtos, falo de exportação, já renderam para o Brasil mais de 13 bilhões de dólares!”.
- Ei amigo, traz outra gelada... rápido.

O jogo tá uma merda. Lerroy não fala em mulher. Eu fico olhando pros lados, mas jogo do Brasil não é o lugar pra achar uma boa companhia, porém estamos sempre na luta não? Chegou minha gelada... eu estava a fim de ver o jogo, péssimo por sinal... Lerroy estava a fim de conversar comigo... vamos lá...

- Você ouviu falar de averbação da reserva legal?
- Hum... ouvi sim, por que?
- Porque o governo decretou um prazo de 180 dias para os produtores averbarem a reserva legal, sob pena de multa de até 500 reais por hectare/dia. É muita grana né?
- Vixi é sim... deveria cobrar 100 mil euros por passe errado desses jogadores do Brasil... isso sim...


Lerroy sorriu! Nossa... não é fácil... será que ele colocou algo na água tônica dele! Não sei não... ele está muito ligado nesse seu celular aí.

- Dá um golinho da sua água aí véio... – dei uma bicada... depois virei meu copo de cerveja.

Nossa! Que jogo horrível... nada de jogada. Nada de nada. Acho que a Bolívia merece ganhar. O Brasil tá jogando pior que o Peru. Seu lá... esse Dunga tem que ser punido. As coisas não podem ficar assim... (a cerveja estava falando mais alto em minhas reflexões).

- Nossa! Estou indignado. É um tempo muito curto!
- O que? Noventa minutos?
- Não... os dias para os produtores averbarem suas reservas. Imagina se você tem uma propriedade e tem uma reserva legal localizada no interior de sua propriedade, que não seja de preservação permanente é claro, necessária ao uso sustentável dos recursos naturais...
- Entendi...
- Tem mais detalhes sabe...
- Sei...
- No Paraná, por exemplo, 85% das propriedades têm área menor que 50 hectares. Olha só... quem tem 30 hectares e não conseguir averbar a reserva legal até dezembro, terá que pagar 15 mil reais de multa por dia!
- Pô... tinha que ter multa pra esses caras aí Lerroy. Pô... o jogo acabou... zero a zero... que merda de jogo.
- É...

Bem na hora que o Lerroy iria continuar sua explanação, chega no boteco um cara todo arrebentado. Sujo e ensangüentado. Tinha apanhado. Chegou em frente ao telão onde passou o jogo e disse:

- Eu tava andando hoje de manhã... só estava um pouco tonto porra... já tava quase passando o porre. Aí fui dar um mijão, mas não vi que estava em frente a uma escola. Bem na hora que estava terminando chegou a polícia. “Vai em cana filha da puta” – me pegaram pelo colarinho e pronto... já era.
- Sai fora véio... vai pra casa dormir mané... – disse um cara que estava comendo um x salada no canto do bar.
- Vai vendo mano... olha só o que eu fiz... a hora que os homi me entregaram pro delegado... eles disseram... “aí patrão... esse aqui tava mostrando o pau pras criancinhas” – aí eu vi que estava na merda.
- HAHAHA... mostrando o pau pra criancinha é... tem que se foder mesmo.
- Aí antes do delegado falar eu cheguei pra ele e disse: aí delegado... quero falar, mas só se for com o Cabo. O Cabo tá aí?O delegado todo sério e curioso respondeu – “Tá sim porra... o que você quer com ele?” – EU QUERO QUE VOCÊ PEGA O CABO E ENFIA NO SEU CÚ.

E o cara caiu na gargalhada. Todo o bar caiu na gargalhada. Depois ele disse que era uma piada, estava daquele jeito porque tinha se machucado na obra em que trabalhava. Aí eu olhei pro Larroy, que estava sorrindo pela segunda vez, e perguntei:

- Larroy, você tem net em casa?
- Tenho sim.
- Aé... é internet a cabo?
- Sim.
- Então pega o cabo e enfia no meio da sua bunda...

Levantei, fui pagar minha parte. Olhei pro lado e Larroy sorria como nunca tinha visto antes. Ele sabia que eu estava bêbado, então nem ficou puto comigo. Confesso que nosso papo foi legal... pena que tudo que ele disse eu havia lido no jornal aquele dia durante o trabalho e não gosto de discutir informação do trabalho na hora do futebol.

Mas o assunto é muito importante, espero que o que Larroy disse seja informação repetida pra você também. Senão... é bom ficar por dentro do que está acontecendo com nossos produtores de alimentos.

Pode crer que sim...

5 comentários:

  1. Vários Lerroy's reais me passaram pela cabeça..É provável que vc tenha se inspirado em um deles..
    Ou talvez, que também pode ser muito provável, o seu Lerroy não tenha nada a ver com o meu Lerroy..

    Afinal, Cada um com os seus Lerroy's!
    (Chatos, inteligentes, inconvenientes,atenciosos, espalhafatosos e amigos...)


    Passei mesmo para dizer que curti o seu post... Mais curto e objetivo, com o mesmo "gosto" de regis de sempre...

    ResponderExcluir
  2. pois é...
    tem vários mesmo
    até acho q todos
    temos um pouco de larroy
    inseridos no nosso ser...
    rs... hehehe
    ainda bem né

    ResponderExcluir
  3. Puta que pariu!!

    Agronegócios???
    Que tal (im)plantar uma mandióca no Lerroy!!
    hahahahahaha...

    ResponderExcluir